História

No salão paroquial da Igreja São Francisco de Assis, em Ermelino Matarazzo, no ano de 1985 um grupo de mães da comunidade, se encontravam uma vez por semana e começaram a solicitar atendimento gratuito para os filhos deficientes. Na ocasião, lideradas pelo Padre Antônio Luiz Marchioni (Padre Ticão), foi feito um levantamento de 360 casos de pessoas excepcionais na região. A partir daí iniciou-se as primeiras reuniões para um trabalho que ficou conhecido como Programa Comunitário.

 

Em 1987, junto às mães, voluntárias e moradores da comunidade o atendimento aos portadores de deficiência acontecia duas vezes por semana apenas no período da manhã. Assim, este trabalho teve seu início com pessoas da comunidade, com orientação do programa comunitário APAE, até 1988, com 15 assistidos, mas a necessidade do bairro e da região solicitava a ampliação deste atendimento. 

 

Em 1989, por meio de um financiamento do exterior, conseguiu-se comprar um imóvel. Foi então que em 26 de Janeiro do mesmo ano, preparou-se a documentação oficializando a sede da ACDEM. Neste ano em 23 de fevereiro, fundou e elegeu uma diretoria por dois anos com direito a reeleição, sua proposta de manutenção e ampliação desta casa; daí elaborou-se o Estatuto e um Regimento Interno, com proposta de ingresso aos órgãos públicos, dando inicio a mais uma etapa com intuito de conseguir convênios e legalidade da Associação.

 

Em 12 de Outubro do mesmo ano, foi inaugurada a Associação da Casa dos Deficientes de Ermelino Matarazzo, designada pela sigla ACDEM, uma entidade sem fins lucrativos de caráter filantrópico, com sede própria na Rua Miguel Rachid, nº 596, no bairro de Ermelino Matarazzo, uma região de grande índice de vulnerabilidade social, Município de São Paulo, Estado de São Paulo e Foro de São Paulo. Deste então a Instituição atua na área de habilitação, reabilitação terapêutica e educacional da deficiência mental leve a moderada associados ou não a física, ambos os sexos, faixa etária variável em regime de externato, proporcionando melhor qualidade de vida a estas pessoas, contando com profissionais em fonoaudiologia, psicologia, pedagogia, fisioterapia, terapia ocupacional e educação física entre outros.

 

Em parceria com o Governo do Estado, a Coordenadoria de Agros Negócios e Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, a ACDEM firmou convênio em 2001 com o Programa Restaurante Popular Bom Prato, à população pobre de São Miguel Paulista.

 

Ainda em 2001 viu-se a necessidade de um espaço para discutir as necessidades dos deficientes e do bairro de Ermelino Matarazzo. Criou-se então a Rede de Solidariedade aos portadores, (hoje Reunião das Famílias), reuniões mensais com as famílias e comunidade para discutir e encaminhar de acordo com as necessidades, saúde, moradia, educação, transporte, trabalho, assistência jurídica, esporte, lazer e cultura.

 

Através dessas reuniões estabeleceu parcerias com os postos de saúde da região e o Hospital Alípio Correa. E evidenciou demanda para educação infantil, iniciando as articulações com as Secretarias que firmou convenio em 2001 para atender noventa crianças, no Centro de Educação Infantil Jardim São Nicolau.

 

Em 2002 foi firmado o convenio com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, inaugurada a Unidade II, assim denominada como Núcleo de Apoio a Habilitação e Reabilitação Social para Pessoas com Deficiência para atender 50 pessoas com necessidades especiais.

 

Em 2004 foi assinado o convenio com a Secretaria Municipal de Saúde, que ofereceu cem (100) vagas para pessoas com deficiência mental de grau leve a moderada, associada ou não a deficiência física, na faixa etária de 0 a 18 anos. Em 2006 foi realizada uma parceria com a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, para concessão de área do uso por tempo indeterminado da antiga chácara dos Matarazzo, que foi tombado como Patrimônio Histórico em Parque Municipal de Ermelino Matarazzo. Dentro do Parque fora implantado o 2° TELECENTRO adaptado e acessível da cidade São Paulo, conveniado com a Secretaria Municipal de Participação e Parcerias. No ano de 2007 com a necessidade de alfabetizar os adolescentes e jovens deficientes mentais, fora feito um trabalho em rede para 60 pessoas na Escola de Educação Especial – ACDEM IV.    

 

Para atender a demanda das pessoas com deficiência do Jardim Helena em São Miguel Paulista firmamos convênio em 2009, com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, denominada Núcleo de Apoio a Habilitação e Reabilitação Social para Pessoas com Deficiência, que atende 60 pessoas. No final de 2009, iniciou o Centro para Criança e Adolescente para 120 pessoas na faixa etária 6 a 14 anos de idade. No final de 2010, em parceria Secretaria Municipal de Assistência Social, foi implantado o Serviço de Acolhimento Institucional para 22 crianças e adolescentes, no bairro de Ermelino Matarazzo.

 

A ACDEM tem o compromisso de promover uma vida digna aos Deficientes e uma melhor qualidade de vida aos seus familiares, contribuindo com o desenvolvimento local e social da região leste de São Paulo.  Desenvolve seus projetos com uma equipe qualificada com responsabilidade social a 650 deficientes intelectuais, 22 crianças e adolescentes no abrigo, 120 crianças e adolescentes no Centro da criança e adolescentes, 140 crianças na educação infantil, 2.400 pessoas mês no TELECENTRO, com 100% de gratuidade, garantindo diariamente a 1.500 pessoas, pelo menos uma refeição nutritiva.

 

 

DIAGNÓSTICO

 A partir de 2003 iniciou a realização dos planejamentos, mensais e anuais, e projetos conforme a necessidade e demanda por segmento; realizados com a diretoria, conselho gestor, coordenação e funcionários construído de acordo com a realidade e com participação de técnicos sociais.

 

Para cada projeto há um planejamento anual efetuado pela equipe técnica baseado na portaria vigente. Com aprovação dos projetos foram firmados diversos convênios com várias Secretarias.

 

A execução dos projetos parte da premissa da gestão participativa e democrática. Durante a execução do projeto, há um Planejamento Pedagógico que ocorre mensalmente, envolvendo a programação de atividades, avaliação e monitoramento dos grupos, com Supervisão Técnica e Formação dos Educadores e funcionários envolvidos com as atividades. Desde então fora intensificada a comunicação interna através das reuniões de equipe, de pais, de famílias, de rede, Conselho Gestor e Diretoria. Diante da falta de recurso financeiro, buscamos parceria com a mídia através do jornal Voz da comunidade, telemarketing e nas redes sociais.

 

 

PAPEL NA COMUNIDADE

ACDEM tem um papel primordial na região leste de São Paulo, uma região pobre com inúmeros problemas sociais e ambientais. Como atendimento de qualidade e responsabilidade, conquistou o respeito e o registro como associação de utilidade pública em todos os quadrantes federal, estadual e municipal. O trabalho desenvolvido de estimulação precoce é referência para o Hospital de Ermelino Matarazzo e para o SUS.

 

Os alunos das faculdades do entorno de Ermelino e São Miguel procura a ACDEM para desenvolver estágios supervisionados nas áreas de assistência social, psicologia, pedagogia, educação física e administração.

 

No ano de 2010, cinquenta e seis (56) alunos da Faculdade Drummond de administração realizou estagio na instituição e colaborar com a organização da Festa do dia das Crianças, realizada em 12 de outubro no Parque de Ermelino Matarazzo. O grupo levou e monitorou vários brinquedos como: piscina de bolinha, cama elástica, entre outros. Dois meses depois a ACDEM foi convidada a assistir a apresentação dos trabalhos na Faculdade para conclusão do semestre. Na apresentação houve um relato detalhado de fato ocorrido na cama elástica, onde a mãe chorava ao ver seu filho deficiente brincar. A monitora sensibilizada conversou com a mãe, que desabafou dizendo: “o sonho dele era brincar nesse brinquedo”; em seguida a convidou a brincar junto com o filho. Com as lagrimas escorrendo em seu rosto, a aluna disse “algo tão simples que fazemos com os nossos filhos, e sonhos distantes para outros” “aprendi a valorizar as pequenas coisas”.

 

Ações como passeios, visitas e palestras são constantes nos projetos, solicitamos profissionais de diversos setores para conhecer e apresentar seu trabalho.  Em 29 de agosto de 2011 a escola solicitou e recebeu dois policias civis do GER - grupo ante - bomba, devidamente uniformizados.

 

Eles almoçaram com os alunos e ficaram duas horas respondendo perguntas e falando sobre seu trabalho. Após a visita um dos policiais ligou para saber a reação dos alunos, e informamos que foi esclarecedor e alguns tabus- medos foram quebrados, com a voz embargada ele agradeceu pela oportunidade que lhe fora dada, com toda sua experiência pessoal e funcional, nosso trabalho era extraordinário – impar, finalizou dizendo “obrigada pela lição de vida”.  

 

 

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

Garantir e assegurar, acolhimento provisório e excepcional para crianças e adolescentes de ambos os sexos, inclusive crianças e adolescentes com deficiência, em situação de medida de proteção e em situação de risco pessoal, social e de proteção;

Promover o convívio, o desenvolvimento das competências pessoais, relacionais, cognitivas e produtivas da pessoa com deficiência, a autonomia, a independência, e a defesa dos direitos com a busca constante da sua inclusão na rede de serviços socioassistenciais;

Habilitar e Reabilitar crianças e adolescentes de 0 a 21 anos por meio da intervenção terapêutica, proporcionando melhora na qualidade de vida e maior bem estar biopsicossocial à população envolvida, favorecendo assim sua inclusão na sociedade.

Desenvolver programas e projetos que contribuam para a inclusão social e o combate à fome, por meio de programas e projetos.

 

 

MAPEAMENTO DO ENTORNO

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - IBGE (2011) a cidade de São Paulo tem 11.253.503 habitantes, sendo 207.509 no distrito de Ermelino Matarazzo. Atualmente a ACDEM tem cinco projetos na região de São Miguel Paulista, um na região de Itaquera e onze no distrito de Ermelino. A sede está situada próximo à zona central do bairro de Ermelino Matarazzo em Avenida de fácil acesso. A região conta com vários meios de transporte coletivo, dispondo de linhas de ônibus e integração ao Metrô e Ferrovia, facilitando a interligação com o Centro da Cidade, principais bairros e Municípios vizinhos como São Miguel Paulista, Itaim, Guaianases, Itaquera, Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos entre outros.

 

A situação sociocultural da região concentra-se uma população de classe média, classe média baixa, contamos com grande número de migrantes a maioria vivendo abaixo da linha da pobreza. Concentram-se no comércio, pequenas indústrias, construção civil, além de algumas grandes empresas estabelecidas na região como: Úteis Illinois, Cimento Liz e Belgo Mineiro.

 

Contamos com o Parque Ecológico do Tiete, Parque Municipal Ermelino e uma Biblioteca Municipal, para atividades como cinema, teatro os moradores tem que se deslocar para bairros vizinhos. Temos parceria com o Hospital Municipal, rede pública e particular de ensino, Unidade básica de Saúde de referência em IST AIDS e vários Postos de Saúde. No bairro há três Hospitais particulares de pequeno porte.

SEDE

Rua Miguel Rachid, 596 - CEP: 03808-130 - Ermelino Matarazzo - São Paulo/SP - Telefone: 2546-0998 

CENTRAL DE DOAÇÕES E MARKETING

(11) 3657=4905 - WhatsApp: 9.9312-2169

doacoes.gerencia@acdem.org.br

FAÇA SUA DOAÇÃO ESPONTÂNEA ATRAVÉS DAS CONTAS ABAIXO OU PELO BOTÃO VERMELHO NO TOPO DA PÁGINA:

ITAÚ - Agência 6940 - C/C: 03030-4                                            

BRADESCO - Agência: 1495-8 - C/C: 29867-0

BANCO DO BRASIL - Agência: 3107-0 - C/C: 20514-1